8 Anos De Vôo Do Boeing 787: Como Isso Afetou A Air India?

Anúncios:

Um dos primeiros clientes do 787, a Air India recebeu hoje seu primeiro Dreamliner há oito anos. Desde então, a companhia aérea tem usado a nova geração de aeronaves para voar em rotas populares na Europa e na Ásia, bem como em lúpulos domésticos. Então, como o 787 teve impacto sobre a companhia aérea? O avião tem sido um sucesso com a empresa?

Air India Boeing 787 Dreamliner
A Air India recebeu hoje seu primeiro Dreamliner há 8 anos. Foto: Getty Images

Cliente inicial

A Air India comprou o 787 Dreamliner como parte de um acordo blockbuster com a Boeing em janeiro de 2006 para comprar 68 aeronaves, incluindo 23 777 (-200LR e -300ER) e 18 737 (que foram para a Air India Express). O porta-bandeira comprou 27 da variante 787-8 do Dreamliner, a um preço de lista de quase 4 bilhões de dólares.

O 787 serviu como substituto para a frota envelhecida de A310 e arrendada de A330 e 767. A Air India comprou exclusivamente a variante -8 devido a sua data de entrega anterior e uma vez que não precisava do avião para vôos ultra-longos para os EUA na época (que os 777 ou 747 servem).

Anúncios:
Air India A310
O 787 substituiu a frota de A310 envelhecidos da Air India e aeronaves mais antigas alugadas. Foto: Pieter van Marion via Wikimedia Commons

Inicialmente, a Air India deveria receber seu primeiro Dreamliner no final de 2008, mas os infames atrasos de fabricação adiaram esta data para 2012. O primeiro 787 da empresa aérea foi entregue em 6 de setembro de 2012, quase três anos após a data prevista. Ela pousou em Nova Delhi no dia 8 de Charleston, na Carolina do Sul.

Air India 787 Cabin
A cabine 787 da Air India é bastante incomparável e oferece um bom desempenho na economia. Foto: Getty Images

O 787-8 tem capacidade para 256 passageiros, com 18 na classe executiva (configuração 2-2-2) e 238 na econômica (configuração 3-3-3). A Air India optou por pular a primeira classe nesta companhia aérea, a primeira de sua ampla frota. A cabine menor da classe executiva de três fileiras, tem um produto mais antigo, sem acesso direto ao corredor para todos os passageiros, mas ainda é largamente confortável.

Onde a Air India utiliza o avião?

A Air India sempre teve a intenção de utilizar as aeronaves em rotas de longo curso para a Europa, Ásia e Austrália. Assim, o 787 voa para cidades como Londres, Sydney, Tóquio, Singapura, Paris, e mais de grandes cidades indianas. O avião ofereceu uma vasta melhoria de eficiência sobre o A310 e ofereceu mais capacidade do que o jato mais antigo.

Anúncios:

O 787 também faz muitos muitos vôos domésticos entre seus serviços internacionais, especialmente se a demanda for alta, servindo rotas curtas como Delhi para Amritsar ou Kolkata. Isto pode ser bastante excitante para muitos que estão esperando um serviço padrão A320 e uma ótima maneira de experimentar o produto a uma fração do preço habitual.

Air India 787
Se você planejar com antecedência, você poderia voar o 787 em rotas domésticas na Índia! Foto: Getty Images

Mais recentemente, a Air India vem ampliando os limites da faixa de 6.600 NM dos 787-8. A companhia aérea começou a utilizar o avião em vôos para Washington D.C. no início deste ano, que está próximo do final da faixa de alcance do avião. Isto foi feito devido à menor capacidade na rota, que não pode sustentar o 777 maior.

Os 787-8 funcionaram para a Air India?

O 787-8 parece ter marcado todas as caixas para a Air India – é eficiente, oferece capacidade decente e alcança importantes destinos de longo curso. O avião serviu bem seu propósito pretendido, substituindo a frota mais antiga da transportadora e permitindo a expansão para os mercados europeus e asiáticos.

Anúncios:

Entretanto, os últimos anos demonstraram que a Air India também pode ter sido bem atendida por outras variantes do 787. Por exemplo, o maior alcance do 787-9 e mais espaço de passageiros permitiria à empresa iniciar mais rotas para os EUA e Canadá. Muitos dos concorrentes da empresa fizeram o mesmo, utilizando o 787 em vôos para a norte-americano.

Air India 787
Embora o 787-8 seja o cavalo de batalha da Air India, ela pode ter sido melhor servido por outras variantes do 787 também. Foto: Boeing

Não há dúvida que o 787 modernizou a frota da Air India e a ajudou a permanecer competitiva nos últimos oito anos. O avião oferece eficiência e capacidade de passageiros suficiente para cumprir muitas rotas importantes ao redor do mundo.

Entretanto, o porta-bandeira pode ter sido melhor servido encomendando menos dos -8 e esperando por outras variantes. O 787 ajudou a modernizar a frota da Air India, mas a grande encomenda do mesmo tipo a impediu de expandir ainda mais.

Anúncios:

Você já voou no 787 da Air India antes? Qual foi sua experiência? A companhia aérea também deveria ter encomendado outras variantes? Diga-nos sua opinião nos comentários!

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de