A Ascensão E Queda Da Jet Airways

Anúncios:

O mercado de viagens aéreas da Índia é um ambiente hipercompetitivo no melhor dos tempos, mesmo sem a presença de uma grande catástrofe global. No ano passado, a Jet Airways, companhia aérea de serviço completo, foi vítima deste ambiente hostil e teve que suspender suas operações na primavera de 2019. Como passou de uma grande companhia aérea internacional indiana para a falência e o quase colapso? Vamos descobrir.

Jet airways aircraft at airport behind barbed wire fence
A Jet Airways mal está viva hoje em dia, esperando um comprador para resgatá-la. Foto: Getty Images

A ascensão da Jet Airways

De acordo com o Economic Times of India, a Jet Airways foi incorporada em 1º de abril de 1992, como uma empresa privada. Em 1993, ela começou como uma operadora de táxi aéreo com quatro Boeing 737 alugados e passou para “status de companhia aérea regular” no início de 1995.

Mantenha-se informado: Inscreva-se em nosso boletim diário de notícias de aviação.

Anúncios:

No início dos anos 2000, a companhia aérea oferecia mais de 40 destinos na Índia e dois destinos fora da Índia, operando mais de 1.900 vôos semanais. A frota da companhia aérea cresceu de quatro aeronaves em 1993 para 42 aeronaves compostas de 34 Boeing 737s e oito ATR 72-500s.

A companhia aérea passaria a comprar 10 777s em 2005-06 logo após comprar 10 Airbus A330s para expandir seus vôos internacionais de longo curso. De fato, as operações de longo curso da Jet Airways levaram passageiros para tão longe quanto Toronto, São Francisco, Londres, Joanesburgo e Cingapura, entre muitas outras cidades globais.

jet airways
Uma cena que lembra os anos anteriores da Jet Airways – a companhia aérea começou com um pequeno punhado de 737 e passou a incluir turboprops e depois corpos largos maiores. Foto: Getty Images

Em 2010, a Jet Airways se tornou a maior companhia aérea do país em volume de passageiros, tornando-se uma companhia aérea internacional significativa. A companhia aérea até mesmo flertou com a adesão à Star Alliance, um negócio que nunca foi concretizado.

Anúncios:

Mudança de propriedade

O status de propriedade da companhia aérea mudou repetidamente, indo e voltando entre o privado e o público inúmeras vezes. Em certo ponto, no início da história da empresa, a Gulf Air do Bahrain e a Kuwait Airways eram partes interessadas na companhia aérea.

Uma das mudanças de status mais significativas da Jet Airways ocorreu em 1997. Foi nessa época que o governo da Índia decidiu que nenhuma empresa estrangeira estava autorizada a possuir parte das companhias aéreas nacionais da Índia. Assim, o Sr. Naresh Goyal adquiriu as ações de 20% da Gulf Air e da Kuwait Airways, respectivamente, e tornou-se o proprietário de 100% da Tail Winds. A Tail Winds era a empresa holding da Jet Airways.

A Jet Airways passaria a se listar na bolsa de valores local para levantar fundos para expansão. 20% da empresa era oferecida aos investidores. Quando o governo acabou permitindo que as companhias aéreas estrangeiras comprassem até 49% das transportadoras locais indianas, a Jet Airways vendeu 24% de sua firma à Etihad em 2013.

Anúncios:
Etihad Airways, Stored Aircraft, Maintenance
A Etihad, sediada em Abu Dhabi, foi uma parte interessada significativa na Jet Airways em seus últimos anos. Foto: Etihad Airways

A espetacular queda da Jet Airways

Em 2018 ficou claro que o crescimento da Jet estava chegando a um fim. Com a concorrência feroz das transportadoras aéreas de baixo custo da Índia, a companhia aérea perdeu grande parte de sua fatia de mercado e de suas receitas. Ela acabou sendo forçada a vender sua ampla frota, incluindo suas 777s e A330, para reduzir sua montanha de dívidas.

Em 2019 ficou claro que, sem um grande investimento, a companhia aérea entraria em colapso. Entretanto, nenhum investimento chegou e, em 17 de abril de 2019, a Jet Airways suspendeu todas as operações, entrando pouco depois em processo de falência.

Os funcionários da Jet Airways protestam fora do Aeroporto IGI por atraso em seus salários, em 13 de abril de 2019, em Nova Delhi, Índia.. Foto: Getty Images

Hoje em dia, a Jet Airways ainda existe como uma empresa com ativos, já que ainda não foi oficialmente “encerrada”. Ela permanece em processo de falência.

A companhia aérea está esperando que um investidor entre e compre a companhia aérea. No ano passado, houve manifestações de interesse e, de tempos em tempos, os nomes são lançados em artigos de notícias. Os últimos rumores sugerem que os consórcios sediados no Reino Unido e nos Emirados Árabes Unidos estão de olho na companhia aérea.

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de