A Comair Da África Do Sul Recebe Oferta De Investidores Preferenciais

Anúncios:

A Comair recebeu uma oferta firme de investidores preferenciais esta semana, colocando a companhia aérea no caminho certo para retomar os serviços este ano. A companhia aérea sul-africana entrou em operação de resgate comercial voluntário em maio, depois de ver as receitas desaparecerem. O plano será submetido à votação dos credores da companhia aérea no próximo mês, decidindo o destino da companhia aérea.

Comair, Fleet Reduction, British Airways
Comair é uma companhia aérea franqueada da British Airways e opera uma companhia aérea de baixo custo, a Kulula. Foto: Boeing

Ofertas firmes

De acordo com a Business Maverick, um grupo de investidores se reuniu como o Consórcio Moritz para fazer uma oferta. O consórcio está oferecendo R500 milhões (US$ 30,2 milhões) de capital para dar um pontapé de saída à companhia aérea.

Sob os investidores preferidos, a Comair reiniciará os vôos em 1º de dezembro, um pouco mais tarde do que o previsto. A companhia aérea também desistirá da Bolsa de Valores de Johannesburg e trará uma nova equipe de administração.

Anúncios:

Mantenha-se informado: Inscreva-se em nosso boletim diário de notícias de aviação.

Comair-business-rescue
A Comair retomará os vôos em dezembro sob o novo plano de resgate. Foto: Bob Adams via Flickr

Há mais uma oferta para a Comair, que planeja oferecer à companhia aérea R750 milhões (US$ 45,3 milhões). O consórcio, que inclui a empresa de investimentos Harith General Partners, e quer reiniciar os vôos já em outubro. Entretanto, ambos os planos estão sujeitos à aprovação do credor antes de entrarem em vigor.

Credores para votar em breve

Para que o plano de resgate entre em vigor, 75% dos credores da companhia aérea terão que votar a favor do plano. Os credores deverão se reunir no dia 11 de setembro para votar a proposta do consórcio Mortiz, que prevê um investimento de duas parcelas.

Anúncios:

O primeiro R100m ficará disponível logo após os credores aprovarem o plano, dando uma injeção de dinheiro muito necessária. O restante do R400m será na forma de uma compra de capital quando a companhia aérea for retirada da bolsa de valores. O outro consórcio está oferecendo até R750 milhões logo na próxima semana para recapitalizar a companhia aérea.

Comair 737 MAX
Comair reduz sua frota pela metade, jogando o destino de seu 737 MAX para o ar. Foto: Boeing

Os cortes da frota atual provavelmente permanecerão, tornando a Comair uma companhia aérea muito menor do que antes da pandemia. A companhia aérea planeja cortar 50% de sua frota operacional quando começar a voar novamente no final deste ano.

Com duas licitações em andamento, todos os olhares estarão voltados para a reunião de credores no próximo mês. Se o plano de resgate for aceito, os profissionais de resgate empresarial esperam que o processo termine até 31 de março do próximo ano. No entanto, o fracasso de qualquer plano para passar verá a companhia aérea entrar em liquidação.

Anúncios:

Longa história

Antes de suas tristezas de 2019, a Comair orgulhava-se de ter sido rentável durante 72 anos. A companhia aérea tem uma longa história de serviços confiáveis e abalou o mercado com seu braço de baixo custo, Kulula. No entanto, as pressões do ano anterior e o impacto de 2020 deixaram a companhia aérea em dificuldade.

British Airways Comair Boeing 737 MAX 8 landing
Comair foi rentável por 72 anos antes de 2019 e 2020 dizimou as operações da companhia aérea. Foto: Boeing

Após um bloqueio nacional em março, a Comair suspendeu todos os vôos, e, pouco mais de um mês depois, entrou em processo de resgate comercial. A companhia aérea viu suas receitas desaparecer e não pôde cobrir seus custos fixos para os próximos meses. Entretanto, com dois fortes planos de resgate em cima da mesa, temos uma boa chance de ver a companhia aérea de volta ao céu este ano.

Você já voou com a Comair antes? Você gostaria de ver a companhia aérea de volta? Informe-nos no comentário!

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de