Com O Boeing 747 Retirado Qual Aeronave Qantas Usará Para a África do Sul?

Anúncios:

Qantas aposentou seus últimos 747-400 em uma explosão de publicidade no início deste mês. O avião teve mais despedidas do que um crooner idoso de Las Vegas. Mas agora ele está fora das instalações, e todos podem seguir em frente. No entanto, a partida do avião deixa um par de perguntas em seu rastro, incluindo quais aeronaves Qantas usará para voar para a África do Sul?

Qantas-south-africa-aircraft-747-retired-getty
Que aeronaves Qantas usará para substituir o 747-400 em vôos para a África do Sul? Foto: Getty Images

Antes de a Qantas imobilizar sua frota internacional no início deste ano, um serviço diário Boeing 747-400 fazia o percurso de ida e volta entre Sidney e Johannesburg. Era um serviço de longa data e popular, até porque era o único serviço entre a costa leste da Austrália e a África do Sul.

Também desfrutou da distinção única de ser o único serviço programado no mundo para sobrevoar Melbourne na direção norte-sul. Além disso, o mergulho profundo do vôo nas regiões subantárticas fez dele o serviço de passageiros mais programado do mundo para o sul.

Anúncios:

O fato de um jato jumbo ter operado o serviço só aumentou seu apelo aos viajantes da lista de baldes e àqueles que voavam regularmente na rota.

Mantenha-se informado: Inscreva-se em nosso boletim diário de notícias de aviação.

O Dreamliner substituirá o jumbo jet

Quando os serviços forem retomados, o 747-400 será substituído pelo 787-9 Dreamliner. É um avião bonito o suficiente, mas não é o mesmo. Entretanto, o Dreamliner pode voar 14.800 quilômetros, dando-lhe as pernas para cobrir o vôo de 11.060 quilômetros até Joanesburgo.

Anúncios:

Os Dreamliners da Boeing podem agora operar até 330 minutos de um aeroporto. Durante vários anos, o limite foi de 180 minutos. Isso significava que os Dreamliners não conseguiam fazer voos profundos através dos oceanos. Isso significava que os 747-400 ficavam nas longas viagens solitárias através do oceano, como aquelas para Johannesburg e entre Sydney e Santiago.

Qantas-south-africa-aircraft-747-retired
O Dreamliner pode facilmente fazer o longo vôo de travessia para a África do Sul de uma só vez. Foto: Qantas News Room

Mas o relaxamento nas regras ETOPS foi mais um prego no caixão para a frota Qantas 747. No ano passado, a companhia aérea anunciou que o 747-400 seria trocado pelo Dreamliner na corrida de 13 horas de Santiago. O mesmo destino estava nas cartas para a rota Sidney – Joanesburgo. Bem antes dos pesares atuais da Qantas, a companhia aérea havia anunciado que iria se aposentar de seus jumbos remanescentes en 2021. O ano do inferno da aviação viu esses planos serem antecipados.

Olhando para além do próximo ano ou dois

Mas olhando para além do próximo ano ou dois e retomando os vôos, o que provavelmente acontecerá com os serviços de Qantas na África do Sul durante a próxima década?

Anúncios:

Os vôos internacionais da South African Airways continuam suspensos, incluindo seus serviços para Perth. O futuro da South African Airways e se ela voltará a aterrissar em Perth é uma questão em aberto. Mas se eles desocuparem a rota, é provável que a Qantas pule. Qantas e o Aeroporto de Perth estão envolvidos em uma longa briga por taxas aeronáuticas não pagas. Supostamente, eles agora enterraram o machado de guerra.

Até o final, Qantas havia se recusado a prestar serviços internacionais adicionais a partir de Perth, incluindo um serviço de mooted para a África do Sul. Quando as condições de viagem melhoram, essa é uma rota que vale a pena manter debaixo de olho.

Qantas-south-africa-aircraft-747-retired
Será que os vôos de Qantas da África do Sul poderiam aterrissar logo em Perth? Foto: Qantas News Room

Atirar a Cidade do Cabo para a mesa

Também vale a pena levar em conta a provável encomenda do Projeto A350-1000 Sunriser. Isso foi colocado em segundo plano no início deste ano, mas você poderia esperar um retorno ao assunto na sede de Qantas assim que as coisas melhorarem. A África do Sul é um dos países atirados para a mistura do Projeto Sunrise. A companhia aérea falou sobre vôos entre Sydney e Cidade do Cabo, dizendo que “amaria voar para lá”. Já se passaram alguns anos desde a última vez que a Qantas pousou na Cidade do Cabo. Em certo ponto, eles serviram a cidade mais austral da África como um vôo de etiqueta de Joanesburgo.

Anúncios:

Se a Cidade do Cabo for adiante no final desta década, quais são as implicações para o serviço Dreamliner para Joanesburgo? O mercado pode sustentar dois vôos diários de Sydney para a África do Sul? O A350 iria de Sydney para a Cidade do Cabo e o Dreamliner de Perth para Joanesburgo? E onde fica Melbourne na mistura? A segunda cidade da Austrália em breve terá uma população maior do que a de Sydney, e seu aeroporto tem estado em plena expansão.

Há muitas variáveis em jogo, mas se há um take out deste ano, é que prever o futuro é um negócio complicado. Quando os vôos entre Sydney e Joanesburgo forem retomados, veremos 787-9 Dreamliners na rota. Além desse período de tempo, continua sendo um jogo de adivinhação interessante.

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de