O Boeing 777 Da Emirates Danificou A Porta Em Manila Após O Mau Funcionamento Da Ponte Aérea

Anúncios:

Um Boeing 777-300ER da Emirates foi danificado em Manila após o mau funcionamento de uma ponte a jato. A aeronave estava no portão quando parece que, enquanto a porta estava aberta, houve uma avaria que quase arrancou a porta no início desta semana. As reparações serão necessárias, e a aeronave está provavelmente a poucos dias de reentrar no serviço comercial.

Emirates, Connecting Flights, Dubai
Um Boeing 777-300ER da Emirates sofreu um incidente infeliz devido a um mau funcionamento da ponte aérea em Manila. Foto: Getty Images

O incidente em Manila

Um Boeing 777-300ER da Emirates estava no portão do Aeroporto Internacional Ninoy Aquino, em Manila. Havia um problema com a ponte aérea que fez com que quase a porta do avião fosse arrancada. Não parece ter havido nenhum ferimento nos clientes ou na tripulação.

A porta L1 é a primeira porta da aeronave do lado esquerdo do avião, onde a ponte aérea se fixa. Esta seria uma porta de saída para passageiros premium em primeira classe ou em classe executiva. É também a porta do passageiro mais próxima do cockpit.

Anúncios:

A aeronave precisará passar por alguns reparos. A porta tem que se encaixar bem e perfeitamente em seu compartimento, ou então poderia levar a um infeliz incidente de vôo. Exemplos incluem um vazamento na porta, causando uma descompressão no vôo, levando ao uso de máscaras de oxigênio.

Emirates suspend operations getty images
A Emirates transporta principalmente os 777-300ER para as Filipinas. Foto: Getty Images

Neste ponto, a Emirates precisará obter algumas peças de reposição e manter a aeronave em terra por um pouco até que seja reparada. A porta provavelmente precisará ser substituída junto com qualquer uma de suas peças associadas. Essas peças provavelmente precisarão ser voadas para Manila. Dependendo de quanto tempo leva para obter as peças, pode demorar um pouco até que o avião possa reentrar no serviço comercial.

No início deste mês, outro Boeing 777-300ER da Emirates deslizou acidentalmente em Sydney. Essa aeronave também estava no portão de embarque.

Anúncios:

O Boeing 777-300ER envolvido nos incidentes

Segundo a Aeronews, a aeronave envolvida foi registrada como A6-ENN. Dados do Flightradar24.com mostram que a aeronave completou o vôo de Dubai para Manila no dia 14 de agosto. O número do vôo na rota era EK332, e parecia ser um vôo bastante sem incidentes.

A aeronave é um Boeing 777-300ER de seis anos. Além deste vôo de Manila, o avião voou, nos últimos dias, para Basra no Iraque, Mumbai na Índia, Amman na Jordânia, Kuwait City no Kuwait, Beirute no Líbano, Casablanca no Marrocos, e muito mais.

A6-ENN
A6-ENN, a aeronave envolvida no incidente. Foto: Anna Zvereva via Flickr

A Emirates opera apenas aeronaves de fuselagem larga, ou seja, os 777-300ER voam em rotas longas e curtas. De acordo com dados do Planespotters.net, a aeronave é equipada em uma configuração de três classes com oito assentos de primeira classe, 42 assentos de classe executiva, e 310 assentos de classe econômica.

As operações da Emirates em Manila

As Filipinas são um destino significativo para a Emirates. A companhia aérea voa para Manila, Clark, e Cebu. Ainda outro dia, a Emirates anunciou que oferecerá um voo único Airbus A380 para Clark. Fora isso, o Boeing 777 é uma aeronave popular nas rotas para as Filipinas. A Emirates opera até três vôos diários entre seu hub em Dubai e Manila.

O que você acha deste incidente envolvendo um Boeing 777-300ER da Emirates em Manila? Informe-nos nos comentários!

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de