O Canadá concluiu os testes do Boeing 737 MAX

Anúncios:

Transport Canada concluiu com sucesso sua série de testes de vôo para a aeronave Boeing 737 MAX 8. Durante a última semana, a autoridade aeronáutica tornou-se a primeira entidade não baseada nos Estados Unidos a começar a testar o tipo no ar após sua imobilização.

Air Canada Boeing 737 MAX
As companhias aéreas canadenses ficariam felizes em saber das atualizações desta semana sobre os testes do Boeing 737 MAX. Foto: Getty Images

Uma semana movimentada

De acordo com um comunicado à imprensa visto pela Simple Flying, entre 23 e 25 de agosto, a tripulação de teste de vôo da Transport Canada foi enviada para as instalações da Boeing em Seattle, Washington, para realizar avaliações no simulador de engenharia. Ao final de cada sessão de testes, eles foram voados de volta para Vancouver.

Após estes eventos, a tripulação realizou avaliações de teste de vôo do 737 MAX entre 26 e 27 de agosto no espaço aéreo dos EUA. As autoridades também destacaram que houve cautela extra a fim de aderir às medidas de segurança em meio à crise de saúde global.

Anúncios:

Atualmente, as autoridades canadenses de aviação estão analisando os resultados desses testes. Através de sua própria análise independente, elas determinarão se devem validar as mudanças propostas.

Além disso, após a conclusão de sua avaliação neste outono, o Transport Canada participará de um Conselho Conjunto de Avaliação Operacional. Este grupo inclui representantes de autoridades de certificação globais. No total, os resultados do conselho ajudarão a estabelecer os requisitos mínimos de treinamento necessários para o retorno ao serviço do 737 MAX 8.

Air Canada 737 MAX
Ao todo, a Air Canada detém 24 737 jatos MAX dentro de sua frota. Foto: Getty Images

Trabalhando juntos

O Ministro dos Transportes do Canadá, Marc Garneau, falou sobre o progresso desta semana. Ele disse que o governo continua empenhado em manter seus residentes, o público viajante e o sistema de transportes seguros e protegidos.

Anúncios:

“O Transport Canada continua a trabalhar extensivamente com a Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA) e autoridades de aviação civil na Europa e no Brasil durante todo o processo de validação das aeronaves Boeing 737 Max 8”, disse Garneau, conforme a declaração do governo do Canadá.

“O Transport Canada não levantará as restrições de vôo no Boeing 737 MAX 8 até que o departamento esteja plenamente satisfeito de que todas as preocupações de segurança tenham sido atendidas pelo fabricante e pela FAA, e que procedimentos e treinamento aprimorados da tripulação de vôo tenham sido implementados”.

737 MAX production
As transportadoras em todo o mundo estão de olho no progresso dos testes do 737 MAX. Foto: Getty Images

Olhando para o futuro

Estas etapas desempenham um papel significativo no progresso do retorno do 737 MAX aos céus. O modelo está em terra desde março de 2019, após dois acidentes fatais. Após intenso escrutínio, parece que o avião logo poderá estar pronto para a ação.

Notavelmente, três importantes transportadoras canadenses possuem unidades do tipo. Air Canada, WestJet e Sunwing Airlines têm o jato em sua frota. Entretanto, não são apenas as companhias aéreas canadenses que estarão de olho neste progresso. A aprovação do Transport Canada impactará qualquer operadora que queira voar o 737 MAX no país.

Qual sua opinião sobre os testes de validação do Boeing 737 MAX do Canadà? O que você acha do processo de testes da aeronave até agora? Diga-nos o que você pensa sobre a situação na seção de comentários.

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de