O Futuro Da Air France-KLM É Incerto

Anúncios:

A sobrevivência da Air France-KLM “não é garantida”, pelo menos é o que diz o Ministro das Finanças da Holanda. O funcionário do governo fez os comentários no domingo, em uma entrevista com a televisão holandesa. Estes comentários vêm apesar dos bilhões em empréstimos de ajuda governamental concedidos tanto à Air France quanto à KLM por seus respectivos governos nacionais.

Com histórias tão antigas e seus papéis cruciais em suas economias nacionais, é difícil imaginar que a Air France e a KLM não sobrevivam a esta crise.Foto: KLM

Sobrevivência não “garantida”

O Ministro das Finanças holandês Wopke Hoekstra sentou-se para uma entrevista com a televisão holandesa no domingo e refletiu sobre o estado da companhia aérea do país, KLM, e sua contraparte francesa, Air France.

Ao falar sobre a sobrevivência do grupo aéreo, ele observou: “Dat is geen automatisme” – que foi traduzido pela maioria dos pontos de venda para significar “não é garantido”.  Entretanto, também pode ser traduzido para “não é automático”. A diferença entre as duas palavras deixa a declaração de Hoekstra ligeiramente aberta à interpretação.

Anúncios:

Ajuda ainda mais a analisar a declaração no contexto, como ele diz a seguir, conforme publicado pelo Irish Examiner:

“Eles terão que abordar suas bases de custos, mesmo na situação atual. E suponha que esta situação dure até o final do próximo ano, então eles terão que cortar ainda mais,” 

KLM grounding
A KLM está estacionando mais de 200 aviões em Schiphol.Foto: Getty Images

Air France-KLM já recebeu bilhões

Os governos francês e holandês, que possuem 14% do grupo, já injetaram bilhões de euros em suas respectivas companhias aéreas nacionais para garantir a sobrevivência dos negócios. De fato, quando combinados, os empréstimos governamentais totalizam mais de 10 bilhões de euros – ou 11,85 bilhões de dólares.

No final de junho, o porta-estandarte holandês KLM anunciou que tinha assegurado 3,4 bilhões de euros (3,8 bilhões de dólares) em financiamento para acompanhá-lo durante a crise da COVID-19. O acordo, alcançado após um acordo entre o governo holandês e a França, vem com condições de longo alcance.

Anúncios:

“O pacote financeiro é necessário para assegurar o longo e difícil caminho de recuperação no próximo período. Este é um passo muito importante e expresso minha gratidão em nome de todos os colegas da KLM ao Estado holandês e aos bancos por sua confiança em nossa organização e em nosso futuro,” –Pieter Elbers, CEO, KLM

Air France grounded planes
A Air France deve obedecer a algumas condições para obter seu empréstimo de resgate governamental. Foto: Getty Images

Em junho, foi confirmado que a Air France receberia 7 bilhões de euros (8,08 bilhões de dólares) do governo francês. Assim como os holandeses, o governo francês também aplicou algumas condições ambientais ao seu dinheiro de resgate. Isto incluirá uma mudança para combustíveis alternativos e uma redução nos vôos domésticos – ambos ajudarão no objetivo geral de reduzir as emissões de carbono.emissions.

Análise da situação

Embora seja claro que tanto a Air France quanto a KLM estão em má situação financeira no momento, é incrivelmente difícil acreditar que a sobrevivência não esteja efetivamente garantida.

Tanto a Air France quanto a KLM têm uma rica história e foram algumas das primeiras companhias aéreas do mundo. Mesmo só por causa do orgulho nacional, tanto o governo francês quanto o holandês tomariam medidas para manter essas companhias aéreas operando.

Anúncios:
KLM route to Batavia
A KLM é a companhia aérea mais antiga do mundo que opera com o mesmo nome. Image: KLM

É claro, é mais do que apenas simbolismo e história. As duas transportadoras são fundamentais para as economias de suas respectivas nações, transportando toneladas de mercadorias valiosas para o mundo todos os dias.

Se reaproximarmos a declaração do Ministro Hoekstra sobre sobrevivência com seus comentários subseqüentes em mente, poderíamos interpretá-la para significar algo mais como “A sobrevivência da Air France-KLM não é automática, será necessário cortes profundos
e trabalho árduo a realizar
“. Essa é nossa interpretação, mas gostaríamos de saber como você vê a situação.

Você acha que estas observações são hipérboles ou foram retiradas do contexto? Ou a Air France-KLM está realmente em risco de colapso? Informe-nos suas idéias nos comentários.

A Simple Flying tinha chegado a representantes tanto da Air France quanto da KLM solicitando comentários ou declarações em resposta às observações da ministra Hukstra. O porta-voz da Air France nos informou que “o Grupo Air France-KLM não faz nenhum comentário sobre este tópico”. A KLM respondeu apenas incluindo um link para seu anúncio de resgate datado de junho.

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de