Por Que O Boeing 777X Tem Asas Dobráveis

Anúncios:

O Boeing 777X é um avião que chama a atenção por muitas razões. Para uma partida, aqueles enormes motores GE9X que poderiam engolir uma fuselagem 737 inteira. Depois há o tamanho absoluto dele, mais longo que qualquer outra coisa nos céus (exceto o Antonov An-225 Mriya). Mas são as pontas das asas dobráveis que realmente capturaram a imaginação do público em geral. É uma modificação incomum, mas por que ela é necessária?

777X
Por que os 777X têm pontas das asas dobráveis? Foto: Boeing

Acrescentar complexidade a uma aeronave nunca é uma coisa barata. É outra coisa para construir, outra coisa para manter e outra coisa que às vezes pode dar errado. Torna-se ainda mais um problema quando essas adições exigem certificação separada, adicionando camadas de papelada e burocracia ao processo de desenvolvimento.

Levando tudo isso em consideração, deve ter havido um forte argumento para adicionar pontas das asas dobráveis ao Boeing 777X. E houve. Eis porque ele precisava daquelas belas pontas dobráveis em suas asas.

Anúncios:

Mantenha-se informado: Inscreva-se em nosso boletim diário de notícias de aviação.

777X
A icônica ponta das asas 777X. Foto: Simple Flying

Acesso ao aeroporto

O primeiro e mais importante motivo para adicionar o mecanismo de dobra na ponta das asas foi para que o pássaro gigante pudesse ter acesso a uma maior variedade de aeroportos. Seus enormes 253 pés e 5 na envergadura das asas são 11 pés mais longos que seu predecessor, tornando-o muito largo para pousar em um aeroporto de Código E.

Isto teria limitado severamente os aeroportos aos quais ele poderia operar, um problema conhecido muito bem pelos operadores do A380. Ao fazer as pontas das asas dobrarem após o pouso, a aeronave permanece dentro das limitações do Código E, abrindo uma gama muito maior de aeroportos ao redor do mundo para seus operadores.

Anúncios:
Lufthansa 777x
Manter a envergadura das asas sob controle permite o acesso a mais aeroportos. Foto: Lufthansa

É importante para a Boeing, isto significava que ela tinha a mesma pegada que a geração anterior de 777. Com suas asas dobradas, há pouca diferença em termos de operações de portão e táxi e significa que os clientes do 777 podem facilmente trocar seu novo 777X com o 777 clássico sem grandes dores de cabeça.

Eficiência

É claro que as pontas das asas dobráveis não teriam sido de todo necessárias se não fosse por aquela envergadura de asas maciça. Então, por que fazer as asas tão grandes, em vez de deixá-las iguais àquelas do 777?

Na aerodinâmica, quanto mais longas e finas forem as asas, menor será o arrasto. Adicionar esses 11 pés ao vão do 777X significa que a queima de combustível será menor do que a do 777, cerca de 10% de acordo com os cálculos da Boeing.

Anúncios:
Boeing, 777X, Testing Program
Essa enorme envergadura de asa faz com que o vôo seja mais eficiente. Foto: Getty Images

Normalmente, adicionar tanta massa a uma aeronave significaria um avião mais pesado, negando assim os benefícios de uma envergadura de asas mais ampla. Entretanto, o 777X utiliza um material composto para as asas, que é leve e permite que ele acrescente toda essa envergadura sem aumentar o peso.

E não é apenas o peso que é um benefício do uso de materiais compostos para as asas. Quando se tem uma envergadura de asas tão grande, essas asas vão ficar sob uma grande pressão. Como tal, é benéfico se elas forem capazes de flexionar e dobrar durante o vôo.

Aeronaves com asas de alumínio, como a 737, não têm nenhuma flexão. Eles não precisam disso realmente, graças ao espaço relativamente curto. Mas aeronaves com grandes envergaduras de asas podem se beneficiar ativamente de um pouco de flex, pois ajuda na aerodinâmica e pode significar menos risco de danos. O 787 se beneficiou das asas flexíveis, e o 777X também se beneficiará. No entanto, apenas uma delas é capaz de dobrar as pontas.

O que você acha das pontas das asas dobráveis 777X? Informe-nos nos comentários.

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de