Por Que Os Aviões De Passageiros Não Têm Reabastecimento Em Voo?

Anúncios:

No passado, as paradas de reabastecimento espalharam a rota do canguru de longo curso. O que antes era uma série de paradas então se tornou uma só, seja no Oriente Médio ou no Sudeste Asiático. Mas por que as companhias aéreas não ofereceram reabastecimento em vôo a partir de aviões-tanque, evitando uma longa parada?

Refueled
As aeronaves de passageiros poderiam ser reabastecidas enquanto estiverem no ar? Foto: Getty Images

Teria permitido que os passageiros chegassem a seus destinos cerca de três a quatro horas mais rápido, e permitiria que as companhias aéreas operassem aeronaves maiores e menos eficientes em termos de combustível (como em qualquer ponto que pudessem reabastecer) ou aeronaves menores que tivessem tanques menores.

Afinal, os militares utilizam extensivamente aeronaves de reabastecimento para operar em todo o mundo, por que não linhas aéreas comerciais?

Anúncios:

Mantenha-se informado: Inscreva-se em nosso boletim diário de notícias de aviação.

Os problemas com o reabastecimento em vôo

A segurança é o maior problema quando se trata de reabastecimento em vôo. As investigações começam quando duas aeronaves comerciais se aproximam, muito menos considerando o cenário de reabastecimento em vôo, o que exigirá um contato deliberado. Ter 300 passageiros muito perto de outros aviões carregados com combustível não parece nada seguro.

Há também a questão do tamanho de uma aeronave comercial. Um Boeing 777 é enorme e, ao contrário de um pequeno avião de combate militar que leva 2-3 minutos para reabastecer, o 777 precisaria de pelo menos 20 minutos atracado com um cargueiro para restaurar completamente os tanques. Esta sede por octanas resultaria em que o avião-tanque (que requer seu próprio combustível e custos para operar) realizasse apenas cerca de três reabastecimentos por vôo.

Anúncios:

E se o reabastecimento for cancelado? Sua aeronave de passageiros precisará de uma margem de segurança para voar até o aeroporto mais próximo, o que nega todo o propósito do exercício – de qualquer forma, você poderia transportar combustível suficiente para a viagem.

US air force
Os militares usam aviões-tanque para reabastecer as aeronaves durante o voo. Foto: US Air Force via Wikimedia

Por que as companhias aéreas não gostam disto

Resume-se ao custo. Uma companhia aérea precisaria não apenas pagar o avião comercial de passageiros, mas também o avião-tanque, que só seria usado para rotas de reabastecimento de longo curso e nada mais. Assim, a companhia aérea agora está pagando por duas aeronaves para fazer o trabalho de uma.

Além disso, as companhias aéreas também podem gostar da flexibilidade de aterrissar em hubs no meio do mundo e trocar passageiros com outras companhias aéreas. Por exemplo, Qantas, não opera para todas as cidades européias (apenas Londres), e sem aterrissar em um hub, os passageiros não conseguiriam sair do meio do caminho e voar para destinos mais próximos como Istambul, Grécia, ou Itália.

Anúncios:

Finalmente, onde estas aeronaves de reabastecimento estariam estacionadas? Existem poucas rotas hoje que podem justificar tal pesadelo logístico, e as companhias aéreas estão eliminando-as gradualmente através de novas tecnologias (como os voos do Projeto Sunrise da Qantas).

Dubai-International-Growth
Os aeroportos Hub oferecem mais vantagens para voos de longo curso. Foto: Dubai Airport Newsroom

Por que os passageiros não gostam disto

Embora você, como passageiro, possa gostar da idéia de chegar mais rápido ao seu destino, é mais provável que você também prefira uma pausa durante um vôo de longo curso. A capacidade de sair do avião, respirar ar fresco e caminhar mais de 60 metros (o comprimento médio do corredor da aeronave) é um prazer.

Além disso, você pode querer se transferir para outro avião ou voar em algum lugar próximo ao aeroporto central, aumentando suas opções de companhias aéreas e, por fim, reduzindo o preço da passagem.

O que você acha? Você gostaria de ver os aviões comerciais reabastecidos? Informe-nos nos comentários.

 

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de