Um Boeing Raro 747SP Sofre Danos Substanciais Em Uma Colisão Num Hangar

Anúncios:

Um raro avião Boeing 747SP sofreu graves danos após uma colisão com outra aeronave. O avião foi programado para sofrer trabalhos de manutenção antes da colisão, deixando uma fenda sob a parte frontal da fuselagem. As evidências sugerem que agora a aeronave foi danificada além do reparo.

O avião era um dos poucos 747SP operacionais em circulação. Foto: Getty Images

O avião pode ser cancelado

A aeronave é um Boeing 747SP, um dos sete em operação em todo o mundo, e pertence ao conglomerado de cassinos Las Vegas Sands Corporation. Um dos dois 747SPs de propriedade da empresa cassino, acredita-se que a aeronave danificada seja o VQ-BMS. De acordo com a On the Wings Aviation, os danos sofridos durante a colisão foram tão graves que se espera que o avião seja uma perda completa.

As fotos mostram que o avião colidiu com a asa de outra aeronave, rasgando uma enorme laceração na fuselagem abaixo do cockpit. Além disso, a asa direita do 747SP colidiu com um pilar dentro do hangar, fazendo com que a ponta da asa se partisse.

Anúncios:

Como aconteceu o acidente?

As fotos revelam que a aeronave teve vários painéis de fuselagem e tampas de motor removidos enquanto a colisão acontecia. No início, não ficou claro o que exatamente levou à colisão entre as duas aeronaves, e pensou-se que o incidente aconteceu no Aeroporto de Marana, Arizona. Entretanto, uma atualização da On the Wings Aviation afirma que o hangar do Aeroporto Internacional de Chennault, Louisiana, onde estavam os aviões, foi atingido pelo Furacão Laura no início de setembro.

Não está completamente claro qual avião esteve envolvido na colisão com o 747SP e se esse avião também sofreu ou não danos extensos.

TWA 747 Sands Corporation
VQ-BMS junto com VP-BLK, o par de 747SP de propriedade da Las Vegas Sands Corporation. Foto: Alan Wilson via Flickr

Uma história do VQ-BMS

O avião VQ-BMS entrou em serviço em 1979 com a Pan Am antes de assumir funções VIP com o Reino de Brunei e Bahrein em 1995. A Las Vegas Sands Corporation finalmente adquiriu o avião do Bahrein em 2008. A aeronave foi posteriormente utilizada como um jato VIP para voar em clientes de todo o mundo.

Anúncios:
O VQ-BMS tem tido uma longa e interessante história desde que entrou em serviço nos anos 70. Foto: Nick N via Flickr

A aeronave apareceu em um artigo da Forbes depois que as celebridades Kim Kardashian e Kanye West voaram sobre ela em 2018. Desde sua aquisição pela Las Vegas Sands Corporation, o interior do avião foi remodelado para se adequar aos gostos da clientela VIP.

O raro Boeing 747SP

Las Vegas Sands Corporation possui e opera atualmente dois Boeing 747SPs – VQ-BMS e VP-BLK. As aeronaves são duas de apenas sete em operação global, com apenas 45 747SPs já fabricados pela Boeing. Como o menor avião da família 747, o SP foi projetado para viagens de ultra-longo curso, dada sua capacidade de fazer vôos longos sem parar para combustível.

Sheldon Adelson, o proprietário da Las Vegas Sands Corporation, é um dos indivíduos mais ricos do mundo com um patrimônio líquido de mais de $32 bilhões de dólares. Adelson possui e opera uma extensa frota de jatos particulares, incluindo quatro Gulfstream G550 e dois Boeing 737-300.

Anúncios:

Quais são seus pensamentos? Diga-nos o que você pensa na seção de comentários.

Anúncios:
comentário do 1
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de