Volga-Dnepr Recebe Seu Primeiro 777F Apesar Da Disputa Sobre A Encomenda

Anúncios:

Depois de vários meses de “eles vão, não vão?”, a companhia aérea de carga russa Volga-Dnepr recebeu seu primeiro cargueiro Boeing 777. O grupo fez o primeiro pedido para 29 cargueiros em 2018, mas questões legais no início deste ano levantaram questões sobre a entrega. Esta entrega inicial faz parte de uma parceria de relocação para três 777 com a Dubai Aerospace Enterprise (DAE). Mas por que tem havido tanto barulho em torno dos 777 do Volga-Dnepr?

Boeing 777 Freighter Getty Images
O Volga-Dnepr recebeu seu primeiro 777F apesar de problemas legais com a Boeing no início deste ano. Foto: Getty Images

Em uma declaração sobre a entrega, o grupo de carga completa disse: “O Volga-Dnepr se dedica ao desenvolvimento e composição ideal da frota, e acredita que o 777F lhe permitirá dar o próximo passo para fornecer um serviço mais sustentável e eficiente a seus clientes“.

Pensa-se que esta primeira entrega faz parte da parceria com a DAE porque o Volga deu graças à empresa em sua declaração. Volga agradece à DAE por seu apoio contínuo ao que ela chamou de “um ano extremamente difícil”. Volga também tocou levemente no barulho  jurídico em torno de sua relação com a Boeing.

Anúncios:

O que é todo esse barulho?

Um ano após seu pedido inicial para 29 777 cargueiros, Volga-Dnepr anunciou sua parceria com a DAE. Entretanto, o que parecia ser um pedido promissor para a Boeing, rapidamente se tornou repleto de problemas. Um pobre ano 2019 viu o Volga renunciar a sua encomenda de três 777F e um 747-8F. De acordo com documentos legais da Boeing, um representante do Volga saiu de uma reunião, dizendo à Boeing para recolocar no mercado e revender a aeronave porque a Vogla não podia mais aceitar a entrega.

Volga Dnepr 747
O grupo Volga Dnepr teve um ano desafiador e tentou cancelar seu pedido de 777, mas depois decidiu processar a Boeing quando encontrou outro comprador. Foto: Volga Dnepr

A Boeing considerou o pedido cancelado, então foi em frente com a busca de outro comprador. Entretanto, graças a um aumento na demanda por aviões de carga, Volga disse que agora queria receber os quatro jatos, e a Boeing não podia vender a aeronave para outra pessoa. A questão foi a tribunal quando Volga processou a Boeing, mas os tribunais norte-americanos tomaram o partido da Boeing.

Mantenha-se informado: Inscreva-se em nosso boletim diário de notícias de aviação.

Anúncios:

Contudo, apenas alguns meses depois, o Volga recebeu o primeiro jato. Os seus agradecimentos especiais ao DAE destacaram que foi o DAE que “lhe permitiu encontrar soluções para a compra e entrega de aeronaves”, sugerindo que talvez tenha sido o DAE que ajudou a suavizar a situação.

O Cargueiro 777

Atualmente, o grupo Volga-Dnepr opera cargueiros Boeing 747, fazendo deste seu primeiro 777F. O 777F oferece uma capacidade de aproximadamente 102 toneladas em comparação com os 747F de 138 toneladas. O 747 tem o bônus adicional de carga frontal para itens extra-grandes ou incômodos. Tendo dito isto, o 777F pode voar mais longe. Apesar das muitas vantagens do 747F, a Boeing confirmou que acabaria com a produção dos jatos de quatro motores em apenas alguns anos.

777x-third-test-flight
Tem havido muita demanda das companhias aéreas para um cargueiro Boeing 777X. Foto: Boeing

Entretanto, tem havido uma demanda crescente por um cargueiro 777X. A Qatar Airways é uma das várias companhias aéreas que pedem o desenvolvimento de um jato desse tipo. Entretanto, sem uma ordem significativa para cobrir os custos de desenvolvimento, o 777X pode nunca aparecer.

Anúncios:

Do ponto de vista da Boeing, sem uma primeira encomenda significativa, não existe o desejo de criar um cargueiro 777X. O 777X existente é uma potência e sem dúvida a aeronave de carga mais popular para vôos de longo curso ao redor do mundo.

Gostaríamos muito de conhecer sua opinião sobre um potencial cargueiro Boeing 777X. Você acha que o veremos se juntar à frota da Boeing em breve? Ou o 777F é tudo o que precisamos neste momento? Diga-nos o que você pensa nos comentários.

Anúncios:
Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Você também pode gostar de